21 março 2015

Papo Literário: Megan Maxwell


Isso mesmo! Você não leu errado! O blog "Vai um spoiler aí?" fez uma entrevista inédita com a super fofa e carismática, autora de sucessos, Megan Maxwell, escritora dos livros "Vai Sonhando!" e "Peça-me o que quiser". Confira!


BLOG: Primeiramente, obrigada pela oportunidade. Conte-nos sobre como você se tornou escritora. Foi sempre um sonho seu? (En primer lugar, gracias por la oportunidad. Háblanos de cómo se convirtió en un escritor. Siempre ha sido su sueño?)

MEGAN: Muito obrigada você por me dar esse espaço.
Sempre gostei de ler e quando acabava um livro eu pensava, “Se eu estivesse escrito, ele não acabaria assim” e um dia estava entediada em casa, peguei uma caneta e papel e comecei a escrever, sem saber que estava escrevendo uma estória. Der repente eu percebi que tinha escrito uma estória e personagens, então continuei escrevendo e quando terminei, decidi chama-la de “Quase um romance”.
Essa estória e a seguinte, eu escrevi para a minha mãe, minha família e meus amigos lerem. Eles gostaram e me incentivaram a escrever outras, outras e outras. Com o tempo, eu enviei meus romances para editoras, mas elas sempre diziam que não. Até que eu me inscrevi para um curso on-line de história românticas e um professor, que na verdade era um editor, revisou o meu romance e quando terminou, me pediu para publicá-lo. Foi assim que o meu primeiro romance foi publicado.
Certamente sonhava em ser uma escritora e eu consegui!
(Gracias a vosotros por dejarme estar en vuestro bonito espacio.
Desde siempre me gustó leer y siempre que acababa un libro pensaba, “si yo lo hubiera escrito lo acabaria así o haría esta otra cosa” y un día que estaba aburrida en casa cogí papel y bolígrafo y me puse a escribir sin saber que estaba escribiendo una novela. De pronto me di cuenta que había creado una historia y unos personajes, continue com lo comenzado y cuando la acabé decidí llamarla “Casi una novela”.
Esa novela y las siguiente que escribí las leían mi madre, mi família y mis amigas. A ellas les gustaba y me animaban a que hiciera otra y otra y otra. Com el tiempo comencé a enviar mis novelas a las editoriales pero siempre me decían que no, hasta que me apunté a un curso online de novela romántica y el professor, resultó ser un editor y la novela que cree para ese curso, una vez la termine él me propuso publicarla. Así fue como publique mi primera novela.
Sin duda se convirtió en um sueño ser escritora ¡y lo conseguí!)


BLOG: Gosto muito dos seus livros, principalmente Vai Sonhando!, um dos meus livros favoritos. Como foi escrever esse livro? Você se baseou em alguma coisa ou em alguém? (Me encantan tus libros, sobre todo ¡Ni lo sueñes!, Uno de mis libros favoritos. Como fue la experiencia de escribir el libro? Te apoyaste en algo o alguien?)

MEGAN: Vai sonhando! é um livro agradável, com uma história agradável. Eu escrevi para as guerreiras que estavam passando pelo mesmo problema que a protagonista e só quando eu estava fazendo, uma das minhas guerreiras me escreveu, contando que meus romances estavam fazendo muito bem a elas e que elas fariam a mesma coisa que eu estava escrevendo. Assim que eu li o que ela escreveu, entrei em contanto com ela, para que pudesse me ajudar a terminar a história, dando mais realismo a Daniela, a protagonista, com relação a sua doença.
(¡Ni lo sueñes! Es un bonito libro com una bonita historia. Lo escribí para las guerreras que estaban pasando por algo como lo que le pasaba a la protagonista, y justo cuando lo estaba haciendo, me escribió una de mis guerreras para contarme que mis novelas le hacían mucho bien y que ella tenía lo mismo que la prota que yo estaba escribiendo. Al leer lo que me ponía, me puse en contacto com ella, le dije lo que estaba escribiendo y ella me ayudo a escribir la novela y darle un poco mas de realismo en cuanto a lo que Daniela, la protagonista, sentía ante su enfermedad.)


BLOG: E, Peça-me o que quiser? Como foi a experiência de escrever um livro tão... Diferente? (Y Pideme que Quiera. ¿Cómo fue la experiencia de escribir un libro tan ... diferente?)

MEGAN: Foi uma ótima experiência! Espero que possa repeti-la no próximo ano. Quero fazer um novo livro sobre Eric, Jud, Björn e Mel. Eu amo esses personagens e acho que você gosta também, não?
(Fue una experiência ¡genial! Que espero volver a repetir pues el año que viene quiero sacar um nuevo libro de Eric, Jud, Björn y Mel. Estos personajes me encantaron y creo que os gustaron a vosotros ¿verdade?)


BLOG: Você gosta muito de ler? Se sim, quais são os seus estilos (ou estilo) literários favoritos? (¿Le gusta leer mucho? Si es así, ¿cuáles son sus estilos (o estilo) literarios favoritos?)
MEGAN: Antes eu lia mais, atualmente, pela falta de tempo estou lendo pouco. E o estilo que mais gosto de ler é, justamente, o que eu escrevo, literatura romântica.

(Antes leia más, actualmente por la falta de tiempo leo poco y el estilo que siempre me gustó leer es justamente lo que escribo, literatura romántica.)


BLOG: Você se inspira em algum autor (ou autores) para escrever seus livros? Se sim, quais? (¿Está inspirado por cualquier autor (o autores) para escribir sus libros? En caso afirmativo, ¿quién?)

MEGAN: Acredito que cada escritor tem sua própria voz na hora de escrever uma história, mas gosto muito dos livros medievais de Julie Garwood e da atualidade os de Susan Elizabeth Phillips ou Rachel Gibson.
(Creo que cada escritor tiene su propia voz a la hora de escribir una historia, pero siempre me gustó en libros medievales Julie Garwood y en actuales Susan Elizabeth Phillips o Rachel Gibson.)


BLOG: Antes da publicação de Cinquenta Tons de Cinza, o mercado editorial era muito fechado com relação a romances eróticos. Você acha que houve mais “liberdade” com relação a publicação desses romances? (Antes de la publicación de Fifity Shades of Grey, el mercado del libro era muy estrecho con respecto a las novelas eróticas. ¿Crees que era más "libertad" con respecto a la publicación de estas novelas?)

MEGAN: Sem dúvida, 50 tons colocou os livros com esse tema onde estão hoje. Como meu avô dizia “Es de bien nacido ser agradecido” (N/B: Decidi deixar esse proverbio desse jeito, porque é da região e não consegui achar uma tradução boa.) e eu sou muito grata a ela (E. L. James), porque se ela não tivesse feito essa trilogia, eu nunca teria escrito “Peça-me o que quiser” e vocês nunca teriam conhecido Ericj, Jud ou Björn.
 (Sin duda 50 sombras há hecho que este tipo de novelas esten hoy en día donde estan de bien colocadas. Como decía mi abuelo “Es de bien nacido ser agradecido” y yo estoy muy agradecida a ella, pues si no hubiera salido esta trilogia yo nunca hubiera escrito a Pídeme lo que quieras y vosotras nunca habríais conocido a Eric, Jud o Björn.)


BLOG: Você teve muita dificuldade com a publicação dos seus livros? (Tuviste un mal rato con la publicación de sus libros?)

MEGAN: Publicar nunca foi fácil. Como é um novo escritor, poucos editores querem confiar em você, mas eu posso dizer que graças à minha paciência e a minha tenacidade, estou muito... muito feliz. Sim... Me custou mais de 14 anos para uma editora publicar o meu primeiro romance.
(Publicar nunca fue fácil. Al ser un escritor novel pocas editoriales quieren confiar en ti, pero puedo decir que gracias a mi paciência y tesón lo conseguí por mi misma y estoy muy... muy feliz. Eso sí... me costó mas de 14 años que una editorial quisiera publicar mi primera novela.)


BLOG: E sobre a Bienal aqui do Brasil ou de qualquer outro evento brasileiro? Tem alguma previsão de quando irá participar? (¿Y la Bienal en Brasil o cualquier otro evento de Brasil? ¿Tiene usted alguna estimación de cuándo tu van a participar?)

MEGAN: Acho que irei a Feira do Livro no Brasil, mas tenho que confirmar. Para mim será um prazer ir ao Rio e rever as minhas guerreiras brasileiras.
(Creo que si iré a la Feria del libro de Brasil, pero aún me lo tienen que confirmar. Para mi será un placer ir a Rio y volver a ver a mis guerreras Brasileñas.)


BLOG: Por fim, que mensagem você gostaria de deixar para os seus fãs? (Por último, ¿qué mensaje le gustaría dejar a sus fans?)

MEGAN: A mensagem é um obrigado por todo o amor e o apoio que tem me dado todos os dias através das redes sociais, especialmente através da minha conta do Facebook "As Guerreiras Maxwell" E é claro, nunca se esqueçam de sonhar, porque quem não sonha... não vive. Mil beijos!

(El mensaje es agradecerles todo el cariño que me tienen y el apoyo que día a día me dan a través de las redes sociales especialmente a través de mi cuenta de facebook “Las Guerreras Maxwell” Y por supuesto que nunca olviden que han de soñar, porque quien no sueña... no vive. Mil besos)

4 comentários: