2 de jun de 2016

Resenha: O retorno de Izabel


Título: O retorno de Izabel
Título Original: Reviving Izabel
Autora: J.A. Redmerski
Editora: Suma de Letras
Nº de páginas: 232
 4/5

Determinada a levar o mesmo estilo de vida do assassino que a libertou do cativeiro, Sarai resolve sair sozinha em missão, com o propósito de matar o sádico e corrupto empresário Arthur Hamburg. No entanto, sem habilidades nem treinamento, os acontecimentos passam muito longe de sair como o planejado. Em perigo, Sarai nem acredita quando Victor Faust aparece para salvá-la — de novo. Apesar de irritado pelas atitudes inconsequentes dela, ele logo percebe que a garota não vai desistir de seus objetivos. Então não há outra opção para ele a não ser treiná-la. Com tamanha proximidade, para eles é impossível resistir à atração explosiva. Nem Victor nem Sarai podem disfarçar o que sentem, ou negar o desejo que os une. No entanto, depois de tantos anos de sofrimento e tantas cicatrizes emocionais, será que eles conseguirão lidar com um sentimento como amor? Só que Sarai — novamente na pele de Izabel Seyfried — ainda terá que passar por um último teste; um teste para provar se conseguirá viver ao lado de Victor, mas que, ao mesmo tempo, poderá fazê-la questionar os próprios sentimentos e tudo que sabe sobre esse homem.

Depois do final surpreendente de A morte de Sarai, temos o retorno. Se você não leu o primeiro livro, com certeza vai encontrar aqui spoilers, então, sinta-se a vontade para fechar essa resenha e só abri-la quando terminar o primeiro livro.

No final do livro anterior, Victor deixou Sarai para que ela pudesse recuperar sua antiga vida. A normalidade. Mas algumas pontas soltas ainda precisam ser atadas. Muito tempo depois, Sarai tem uma história inventada sobre o seu passado, tem um namorado, uma faculdade, uma casa e amigos. Mas algo no seu coração ainda não se aquietou então ela encontra uma oportunidade para se vingar de uma pessoa que a fez mal no passado, passando-se por Izabel, a mulher mimada, rica e fria, identidade que ela adotou no passado para realizar um serviço junto com Victor.

Mas, infelizmente, seu plano dá errado e ela começa a ser perseguida pelo homem perigoso que ela quer matar e o único que pode ajuda-la é Victor. Ele está de volta para protegê-la, mesmo que isso signifique abandonar toda a vida falsa que ela havia construído e voltar para onde ela sempre pertenceu, ao lado do assassino frio e sanguinário que faz seu coração bater mais rápido.

Victor e Sarai entram em uma jornada para fazer o plano de vingança de Sarai, agora Izabel, dar certo e transforma-la no que ela realmente quer. Uma assassina.

Esse livro não é muito diferente do primeiro. Cheio de tiros, sangue e ação, como um filme, mas também com muito romance e cenas quentes.

Temos a adição de alguns novos personagens e algumas cenas cheias de tensão e suspense. Algumas são um pouco desnecessárias e é preciso dizer que a autora exagera um pouco em algumas partes, mas gostei do livro. Ela continua no mesmo caminho do primeiro, mas constrói um enredo para o próximo livro que, no final nos deixa com muita vontade de ler o seguinte, assim como ela fez o primeiro.

Os personagens, mesmo depois de um tempo passando e mesmo a autora querendo forçar a mostrar isso, não houve muita evolução com relação aos personagens. Sarai endureceu um pouco, perdendo seu ar de inocência e ingenuidade, mas achei um pouco forçado e não natural.


Foi um final clichê para um livro clichê, então não teve nenhuma surpresa, como o primeiro, mas foi uma boa sequencia. Na espera pela lançamento do segundo.


SPOILER: 

2 comentários:

  1. Oi Lilian, eu tenho o primeiro livro e um outro livro da autora, mas até agora não me animei a ler, essa série me deixou muito curiosa, quero ler, mas não será agora. Uma pena a autora não ter evoluídos muito os personagens e que o livro não te surpreendeu.

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, a série vale a pena, espero que consiga ler. Beijos!

      Excluir