08 agosto 2016

Saído do forno: A cor da coragem [Ed. Valentina]




Quem é que não ama livros ambientados no período da segunda guerra mundial estilo Anne Frank e O menino do pijama listrado? Pois é, o novo lançamento da Ed. Valentina traz um diário de um garoto que viveu nesse período. Muito legal, né?
Você pode adquirir o livro na livraria mais perto da sua casa ou online no site da editora: http://valentina.lojaintegrada.com.br/.
Eu amei e você? Confira abaixo a sinopse do livro e uma novidade sobre ele.

A COR DA CORAGEM

“Afinal, o que fica para um homem, além da sua honra… e da coragem de viver por ela?” Julian Kulski
Em 1º de setembro de 1939, a Alemanha invade a Polônia. É o início da Segunda Guerra Mundial. Em poucos dias, Varsóvia se rende aos alemães, soldados poloneses depõem suas armas, a cidade já é um amontoado de escombros.
Julian Kulski é um menino polonês de apenas 10 anos de idade. Filho do vice-prefeito de Varsóvia, escoteiro ousado e entusiástico, ele tem a firme convicção de que deverá lutar contra o Invasor.

A cor da coragem é o diário de Julian Kulski, a história de seu amadurecimento durante os cinco anos da brutal ocupação alemã. Diferentemente do diário de Anne Frank, narrado a partir da sua clausura no esconderijo de um prédio em Amsterdã, o de Julian Kulski se passa nas ruas de Varsóvia, no front, no combate cara a cara com o inimigo, no infame Gueto onde se encontram seres humanos famintos, desesperados e doentes à mercê de todo tipo de tortura, do enforcamento, do fuzilamento, da câmara de gás...
Este diário, escrito com o coração e pela mão de um adolescente, nos proporciona uma visão única e comovente da Segunda Guerra Mundial”.
Lech Walesa, Prêmio Nobel da Paz

E MAIS!
Com Extras Digitais inéditos – filmes que o leitor poderá assistir escaneando um código QR ou simplesmente digitando uma URL – e repleto de centenas de fotos impressionantes e mapas, o livro apresenta, no final, uma lista com sugestões de temas a serem discutidos sobre a obra, seja em sala de aula, com seus amigos ou em família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário