27 de jan de 2017

Resenha Tripla Estrangeira: Never Never



Título: Never Never
Autor: Colleen Hoover e Tarryn Fisher
 4/5
Best friends since they could walk. In love since the age of fourteen. 
Complete strangers since this morning. 
He'll do anything to remember. She'll do anything to forget. 



Ela acordou do que parecia ser um sonho, mas está no meio do corredor da escola. Não sabe quem é, onde está ou quem são as pessoas falando com ela. Logo ela vai descobrindo sobre a sua “vida”. Ela se chama Charlie e está apaixonada por Silas.

Ele acordou do que parecia ser um sonho, mas está no meio do corredor da escola. Não sabe quem é, onde está ou quem são as pessoas falando com ele. Dizem que ele é Silas e que está apaixonado por Charlie, mas nenhum dos dois se conhecem.

Charlie e Siles descobrem que foram vítimas de alguma coisa que fazem com quem os dois se esqueçam tudo sobre o que são. Só sabem que algumas coisas são familiares e existe um laço entre eles que, até a amnésia, não conseguiu apagar. Agora os dois, juntos, vão tentar juntar as peças do quebra-cabeça e descobrir o que aconteceu com os dois.

Sabe quando você começa a ler um livro e não faz a mínima ideia sobre o que ele se trata? Foi assim com Never Never. O livro é dividido em três partes, cada um sendo um livro diferente, mas na verdade sendo um a continuação do outro. Comecei a leitura com altas expectativas porque amo a Colleen Hoover e tudo que ela escreve e Never Never não foi diferente.

Temos dois adolescentes que tiveram todas as suas memórias apagadas e não fazem a mínima ideia do que aconteceu. Juntos, vão descobrindo quem são e tentando entender o que aconteceu com eles.
A narração é dividida entre Charlie e Silas, o que é maravilhoso, porque se não ficaríamos ainda mais confusos com a leitura. Se a leitura é confusa? Muito. Mas, ao contrário de outros livros com o início confuso, tudo vai, aos poucos, fazendo sentido e as peças vão se encaixando.

Cada página é uma surpresa diferente. O livro é cheio de romance, drama, suspense e surpresas. A narrativa é fluida, os personagens são maravilhosos e únicos, com características bem marcantes.

O desenrolar da estória é totalmente fora do esperado e isso é muito bom, mas também nos deixa extremamente decepcionado. Como assim? Bom, no primeiro livro somos apresentados aos personagens e ao problema que está acontecendo com ele. No segundo, já descobrimos o que aconteceu e os dois, juntos, vão descobrindo como resolver. Obviamente, o último é o fechamento, mas criamos uma expectativa tão grande durante os dois primeiros livros muito bons que, quando o terceiro acaba, é uma grande decepção. A autora tentou encerrar o livro de uma maneira chocante (e foi realmente chocante), mas foi chocante de uma maneira decepcionante.


Enfim, é um livro para sofrer na pele todas as emoções, para, literalmente, roer as unhas de tensão e que vale muito a pena. Não pelo final, mas pela estória fascinante em si. Super recomendo!



⚠️ SPOILER: Eles perderam a memória porque disseram que queriam esquecer um do outro. Lembram quando ficam juntos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário